Skype: BizRevolution | Fone: 11-4153-0885

« Comércio Eletrônico é sobre Produtos, Comércio Social é sobre Pessoas. | Main | Como Criar um Ambiente de Trabalho Vencedor. »

22/02/2010

Se o Brasil fosse colonizado pelos ingleses e não (explorado) pelos portugueses, você acredita que viveríamos num outro país?

Pin It

PERGUNTA: Se o Brasil fosse colonizado pelos ingleses e não (explorado)pelos portugueses, você acredita que viveríamos num outro país? Por que?

MINHA RESPOSTA: Eu não gosto muito de afirmar isso, mas possivelmente sim. 

500 anos atrás os ingleses eram o quê os americanos são hoje: um império rumo a conquista do mundo. Os portugueses, apesar de terem seus barcos - o que era uma coisa inovadora para a época - não tinham, pelo jeito, uma pegada muito comprometida. 

Portugal é um país lento, as pessoas são depressivas, ninguém manda embora ninguém, os negócios são estatais, o atendimento e serviços ao cliente são uma tristeza. 

Os portugueses que estão lendo o que eu estou escrevendo aqui sabem que estou falando a verdade. 

Existe uma discussão nesse momento na Linkedin em um grupo de profissionais portugueses sobre trabalhar ou não em Portugal. A discussão tem mais de 500 comentários de portugueses de Portugal. 90% diz que o melhor que eles tem a fazer é trabalhar FORA de Portugal. Muitos dizem que estão na Inglaterra e não voltam nunca mais. 

Se os caras são assim HOJE, imagina 500 anos atrás. 

Os ingleses invadiram os EUA, entretanto, não sei se dá para dizer que os EUA são fruto dos ingleses. Os EUA são resultado do trabalho dos próprios americanos que fundaram o país, que tiveram influência inglesa, européia e tantas outras. 

Os EUA tiveram a "sorte" de ter uma série de líderes REALMENTE QUEBRA TUDO. Benjamim Franklin e os outros fundadores dos EUA eram dúca. Vai ler a história dos caras. Eles eram empreendedores, inventores, filósofos, escritores etc. 

Enquanto nos EUA já rolava o empreendedorismo, aqui nós não tínhamos que lutar por nada. O trabalho por aqui até praticamente o início do século 20 era escravo ou estatal. Qualquer empresário era visto como um bicho de outro mundo, e algo da pior espécie. 

É por isso que ainda hoje você vê o povão brasileiro falando mal dos empresários. Faz apenas 100 anos que existe empreendedorismo por aqui. 

E pior, os portugueses demoraram muito para cair fora. D.Pedro II foi o cara que mais reinou nesse país, foram mais de 40 anos. E o melhor que ele fez durante todo o tempo que ficou no comando foi ter tirado umas férias para que a princesa Isabel pudesse abolir os escravos. 

Se dependesse dele os negros seriam escravos por um bom tempo. 

Agora, nada disso pode ser desculpas para o que você é. Tá certo que o DNA fala muito, e tem grande influência, mas, se você, eu e mais alguns, mandarmos nossos filhos para fora, para conhecerem o mundo, a tendência é termos um povo com uma pegada mais comprometida com o futuro de tudo e todos. 

VAMOS QUE VAMOS!!


TrackBack

TrackBack URL for this entry:
http://www.typepad.com/services/trackback/6a00d83451bad569e20120a8c4d883970b

Listed below are links to weblogs that reference Se o Brasil fosse colonizado pelos ingleses e não (explorado) pelos portugueses, você acredita que viveríamos num outro país?:

Comments

Feed Você pode acompanhar essa conversa ao assinar comment feed for this post.

CARA, DEFINITIVAMENTE ÉS UMA PLACENTA BATIZADA!!! TAKIUPARIU CARA!!! TANTO FAZ SE FOSSEMOS COLONIZADOS POR HOLANDESES, ESPANHÓIS, RUSSOS OU SRILANKESES DARIA NA MESMA MERDA.
TODA COLONIZAÇÃO É UMA RELAÇÃO DE DOMINAÇÃO, O QUE IMPLICA DOMINADORES (COLONIZADORES) E DOMINADOS (COLONIZADOS). PORTANTO, DIZER QUE SE A COLONIZAÇÃO FOSSE REALIZADA POR UM PAÍS SERIA "MELHOR" DO QUE A REALIZADA POR OUTRO É UMA IMBELICILIDADE ABISSAL. PARA O COLONIZADOR, A COLONIZAÇÃO É UM SUCESSO QUANDO ELE CONSEGUE EXPLORAR AS RIQUEZAS DA COLÔNIA E OBTER LUCRO COM ELAS. O QUE É SUCESSO PARA O COLONIZADOR, PODE SER TRAGÉDIA PARA QUEM FOI COLONIZADO. DO PONTO DE VISTA DE TODOS OS POVOS QUE HABITAVAM A AMÉRICA NA ÉPOCA DA CHEGADA DE COLOMBO, TODOS OS COLONIZADORES EUROPEUS (FOSSEM ELES PORTUGUESES, ESPANHÓIS, HOLANDESES, INGLESES OU FRANCESES) FORAM NOCIVOS, SEJA TRAZENDO DOENÇAS, SEJA ESCRAVIZANDO, SEJA DESTRUINDO AS CULTURAS.
PORRA, NÃO ESTUDASTES O BÁSICO DE HISTÓRIA MEU!!! JAMAICA, ÍNDIA, ENTRE OUTROS PAÍSES FORAM "COLONIZADOS" PELA INGLATERRA E AS COISAS NÃO SÃO NADA BOAS POR LÁ. AGORA É QUE A ÍNDIA DEU ALGUNS PASSOS RUMO À MODERNIDADE E À TECNOLOGIA, MAS AINDA HÁ MUITO O QUE SE FAZER POR LÁ. É BOM LEMBRAR QUE A COLONIZAÇÃO DESTE PAÍS NÃO FOI NADA BOA E TAMBÉM NÃO FOI ACEITA; HOUVE MUITOS CONFLITOS E MORREU MUITA GENTE EM NOME DA INDEPENDÊNCIA, INCLUSIVE, O MÁRTIR MAHATMA GANDHI.

FORTE ABRAÇO,

GABRIEL PEIXOTO
CARA, SE APARECER ALGUM MANÉ PRA DEFENDER ISTO, VAI TER PORRADA!!!

Outro ponto que afundou Potugual foi a aparicao de Fatima pra 3 criancas.

Apos a aparicao o povo Portugues parou pois ficaram com medo das 3 revelacoes de Fatima. O pais parou e as pessoas que ja nao tinham espirito empreendedor ficaram com mais medo ainda.

Resumindo quanto mais Catolico, mais pobre, miseravel e medroso.

Opa, vamos com calma. Pergunte para um americano se eles foram colonizados e eles vao dizer que NAO. Nao podemos dizer que foram os ingleses que fizeram o que os EUA sao hoje, muito longe disso. Os EUA sao resultado do seu proprio povo e nao do pais que os colonizaram.

So para citar a inglaterra colonizou paises como Chipre, Jamaica, Africa do Sul, Belize. E foram colonizados por muito mais tempo que os portugueses nos colonizaram. Preciso comparar o Brasil com a Jamaica?

Falar de Don Pedro II é complicado e deve levar em consideração a conjuntura social e politica da epoca. D. Pedro fez muitas coisas muito boas como governante e reduzi-lo ao que vc citou "sair para princesa isabel abolir os escravos".

Sobre seus comentários sobre o povo portugues, eu me sinto compelido não a discordar, mas a ressaltar que a postura que vc prega de ser uma pessoa assertiva, de comprometimento com mudança do status quo nao significa ser grosseiro.

Sei que no formspring as pessoas fazem perguntas fora das áreas de seu dominio, que imagino ser marketing, e por isso vc esta exposto a situações como essa, na qual um pouco de conhecimento de história faz falta e acho isso normal para qqer ser humano. Sugiro humildemente que revise a profundidade de suas opiniões e nao ensine 'as pessoas que leem o que vc escreve a ter uma postura tao superficial.

Ser quebra-tudo nao significa ser policitamente correto mas também não significa ser grosseiro e raso.

Quanta besteira.

Jordão, esse tal de FORMSPRING foi criado praquele povo desocupado que, ao invés de trabalhar, vive o dia todo em Redes Sociais e Instant Messengers da vida.

Acorda, meu bom.
Eu sei que a sua intenção é muito válida em semear o conhecimento e informação entre os seguidores deste Blog. Mas que sejam informações verdadeiras e conhecimentos fundamentados e não apenas o seu ponto de vista (argh).

Você tocou em um assunto muito delicado, principalmente entre os portugueses. Eu vivo aqui em Portugal há aprox. 2 anos e confirmo algumas verdades que dissestes sobre o mercado empresarial tuga.

Agora, usar o tema do descobrimento e da colonização para justificar o que hoje o Brasil é, sem qualquer pesquisa séria é no mínimo, imaturo, irresponsável, insensato e um achismo puro. Seria como as religiões fazem ao pestear seu rebanho com a "palavra" dos deuses deles como pano de fundo para justificar os fatos desumanos e inexplicáveis (ainda) pelo homem.

Como diriam os mais antigos da minha cidade: "Presta sentido, xômano!*"

O que fez neste texto foi só lamber as botas do seu guru americano(George Washington). Ainda não sei o que fazes no Brasil, se tanto reclama e fala mal, sem leventar uma unha pra ajudar a mudá-lo.

Tenho quase certeza de quem foi que fez esta pergunta a ti e faço questão de ver aqui o que ele/ela pensa dessa baboseira que respondeu.


Pretto
*Fica atento, meu irmão.

Concordo com sua opinião. Mas, não podemos esquecer e deixar de mencionar o Barão de Mauá. Ele é o maior símbolo de empreendedorismo no Brasil.

E, infelizmente, também, símbolo de que o Brasil não está pronto para ser líder. Afinal, Barão de Mauá (que chegou a ser o 3o homem mais rico do mundo) foi derrubado pelos ingleses com a ajuda de D. Pedro II.

Sugiro que pesquisem sobre e ele. E vão descobrir, entre outras façanhas, que ele foi responsável:

-primeira linha férrea no Brasil
-primeira indústria naval
-1o Banco multinacional do Brasil
- vish... até esqueci

O cara tinha mais grana que o PIB do Brasil. É verdade.

Peregrino,

Sabes qual é o único animal polivalente na natureza? O PATO. Ele anda, nada, voa e mergulha. O problema é que ele faz tudo muito mal...

O que você espera de uma figura que quer falar sobre tudo e o máximo que aprendeu de história foi nas estorinhas de Ayn Rand???

Forte abraço,

Gabriel Peixoto
Atrocidades como estas são vociferadas aos 4 ventos por Patos como este daqui, "sabrecados" no conhecimento pelas "faculdades de plástico" da vida, e ainda incentivam estes cabeças de camarão daqui a não cursarem faculdade.

Acredito que o Brasil seria melhor SIM! Se fosse colonizado pelos Ingleses, ou alemães, holandeses ou franceses, espanhóis, ou até mesmo portugueses...

SE: Fosse uma colônia de POVOAMENTO!

Essa é a GRANDE diferença entre a colonização feita no EUA!
O Brasil era uma colônia de exploração, eles queriam apenas mandar ouro e pau brasil para Europa.

A colônia brasileira era tão ruim para se viver, que eles enviavam criminosos da Europa para essas colônias como pena. Ou seja, o brasil foi formado pela "NATA" dos coisa ruim! E na minha humilde opinião, tudo que começa errado termina errado!

Grande parte do ouro das igrejas e castelos europeus hoje foram extraídos do brasil! Imaginem, se na quela epoca essas riquesas tivessem ficado aqui?!

E vou mais além! Se o Brasil tivesse sido uma colônia de Povoamento, hoje o brasil seria A GRANDE POTENCIAL MUNDIAL, na frente dos EUA! Devido extensão, clima, riquesas naturais e outros. O brasil seria uma segunda Europa, onde Ingleses, Alemães, Franceses etc viriam aqui para visitar seus parentes, fazer negócios, passar as férias num país de clima agradável etc. AQUI SERIA O PARAÍSO! Sem terremotos e nevascas! Todo mundo ia querer morar aqui!

Mas na PIOR das hipoteses, seria um pais com mais cultura, e igualdade social, como é na argentina Hoje!Os espanhois exploraram a argentina, mas também povoaram e não encheram de escravos.

E não seria como a India, ou Jamaica, como nossos amigos imbecis, e muito mal informados acima disseram, aff quanta baboseira kkk vai estudar ou viajar e vira gente antes de falar algo Gabriel peixoto e cia...
A India, Jamaica, chipre etc.. são paises milenares, onde já havia uma grande população formada.. o pouco que a India é desenvolvida Hoje é devido a colonização inglesa, que trouxe um pouco de cultura e informação para aquela população que hoje é mais de 1 BILHÃO!! A India invadiu a europa, vc anda por Londres e grande parte das pessoas que vê são indianos ou africanos.
Diferente do brasil a 500 anos que tinha alguns milhares de indios, ou seja uma terra praticamente inexplorada. E quase 3 vezes maior que a India em territorio.

O Brasil hoje é um reflexo da colonização portuguesa mal sucedida, e para a nossa surpresa, POUCO mudou de 500 anos até hoje. O Pais ainda continua sendo governado pela aristocracia que cuida apenas de seus interesses próprios, a colônia foi divida em capitanias, onde quem governavam eram os "fazendeiros" produtores de café açucar etc, e hoje não é muito diferente. O povo nunca teve voz e acredito que nunca vai comandar esse pais. Sempre vai estar nas mãos dos poucos "fazendeiros" que estão se lixando pro futuro do pais, e tem visão curta de no máximo 10 anos.
Prova disso é São Paulo, se a 10 anos atraz, algum politico que não estivesse tão preocupado em colocar dinheiro na cueca, faria alguma coisa para previnir as enchentes. No Japão existe um sistema ante enchente invejável que devia ser copiado em SP. Ridículo o piscinão.
E em vez de rodovias, o transporte de cargas seria feito em trilhos! O custo de transporte seria muito mais baixo, levaria mais desenvolvimento a outras áreas e o escoamento da produção para os portos exportarem seria MUUUUITo maior! É uma vergonha a capacidade de exportação dos portos!
A 10 anos ninguem fez nada para mudar, e não estou vendo ninguem fazer NADA para melhorar nos próximos 10 anos! TAKIPARIU!

Tem dia que DA RAIVA! da vontade de juntar uma galera com toxas, ir no congresso nacional CHUTAR TODO MUNDO de lá! O povo governar essa porra!

INGLATERRA RULES!!
COROA PORTUGUESA SUXXX!!!!!

Jordão,

Desse jeito você está fugindo do foco/objetivo que todos querem para o blog, trazendo a tona opiniões acerca de assuntos aleatórios e que não tem nada a ver com o core do seu conhecimento. Sugiro que revise sua estratégia e faça uma consultoria interna para ver onde perdeu o fio da meada. Esse formspring em nada ajuda o blog. Eu sei que você está pouco se lixando para... etc etc, mas me/nos interessa ver mais daqueles artigos que você sabe escrever, opiniões sobre livros, cases que permeiam sua rotina, dicas em geral, etc, e menos dessa linguiça - caso a opinião lhe interesse.

Abs,
Samer

Jordão, fale sobre business!!! O BLOG CHAMA-SE BIZ REVOLUTION!!!!!

Você tá se afundando!!! As pessoas AINDA acham que você entende alguma porcaria de business...

Deixa de jogar merda no ventilador....


Alex,

Nunca li tamanha imbecilidade quanto a sua!!!!

Acho que li isso no twitter: Tenha foco. Você não pode ser ginecologista e tarado ao mesmo tempo!

Mas é claro que SIM.

E acredito que boa parte se deve à forma como a religião influencia diferentemente Católicos e Protestantes, assim como os Judeus na atitude de empreender seus negócios.


Leia, pelo menos, o Eduardo Peninha Bueno. Ou a última entrevista do Roberto DaMatta na Época Negócios. Ou qualquer porcaria sobre história. Ou não.

Só pelamordeDeus PARA, PARA com essa merda de responder qualquer porra pelo formspring. É imbecilizante isso...

HEHEHEHE...

De quem gostaria de assistir uma palestra?
- Papa LeãoX ou Lutero
- D. João VI ou Rainha Elisabete I

?????????????????????????????????

Bando de preguiçosos...

Qualé Fischer? Queres acabar com minha diversão de tiro ao pato???


Forte abraço,

Gabriel Peixoto

Não retiro nada do que eu disse.

Colonizadores... professores... qual é a diferença?

Todos os dias todos vocês são colonizados por alguma coisa; do big brother ao livro do kotler, do chefe ao cliente, queira ou não, você está se transformando em algo que não quer, ou quer.

Sei lá o que rolou na Jamaica, na África do Sul ou Índia, eu sei o que eu posso fazer frente as pessoas, países, impérios que "tentam" me colonizar.

Cada um é responsável pela sua própria colonização. O peixato mesmo, é um cara totalmente colonizado, as palavras dele não são dele são sempre de alguém que ele cita etc. Tem colonização pior do que essa? Se tornar um ventríloquo de alguém?

Um recado àqueles que criticam a falta de alguma informação "mais completa" por aqui: vocês pensam como seres do século 20. HOJE, a nossa função é DESPERTAR nas pessoas a VONTADE PRÓPRIA de ir atrás de pedaços de informação que possam ajudá-la a DECIDIR POR SI MESMA o que tem que fazer ou saber ou ser.

Qualquer um aqui pode sem sair da página do browser, googlar D.Pedro II e tirar suas próprias conclusões sobre o que rolou com o velhinho em 40 anos de reinado e assim por diante.

O conhecimento tem que ser construído e não dado.

Que venham os ingleses, japoneses, nordestinos, alemães, se tiver a ver, pode entrar, a casa é sua, o planeta é um só!

ARREBENTA!!

Ricardo

O poeta português du Bocage era muito respeitado em sua época. Certa vez, um jovem interessado em ser escritor procurou-o com um soneto. Pediu ao poeta que o lesse com carinho e anotasse os erros. Bocage concordou. No dia seguinte, encontraram-se para conversar. Para surpresa do poeta aprendiz, Bocage não havia anotado nada. Tinha achado o texto tão ruim que nem valia a pena corrigir, porque a emenda seria pior do que o soneto. O conselho fez com que o escritor desistisse da carreira.

Forte abraço,

Gabriel Peixoto
Jordão, fale de marketing e livros, ponto.

Jordão,

Falta de conhecimento histórico a parte, a questão, pelo menos para mim, é quanto suas opiniões rasas sobre determinado assunto pode realmente influenciar positivamente a vida das pessoas. Sei que todos somos maduros aqui para filtrar as informações, apesar de considerar que tem gente que infelizmente te leva a sério quando aborda assuntos que não são do seu domínio.

O que de real valor existe na resposta que vc deu a pergunta do rapaz? Pode ser julgamento meu, mas é o valor é mesmo que conversas de bar, sem ofender. Sabe quando as pessoas comecam a falar: Homem é tudo igual, mulheres não prestam? esse preconceito raso é muito comum infelizmente e não inspira ninguem a pensar.

Meu entendimento é que vc quer ser como, digamos, uma inspiração para as pessoas começarem a pensar por si próprias, tirar as pessoas do marasmo, etc. Se estou certo, acho que vc pode fazer mais, ser melhor nisso, do vem fazendo com essas respostas ao formspring.

Recomemndo assistirem ao filme "QUEIMADA", com Marlon Brando.
Mostra como agem os colonizadores.
J.A.

Torricelly,

Vi sua resposta e acho que vc não interpretou de forma correta o que está sendo discutido pelo menos por mim.

Você está certo quanto se fôssemos povoados, nossa história seria diferente. Agora entrar no mérito de quanto a Inglaterra ajudou a India a chegar ao patamar que está hoje, assim como medir o impacto da Inglaterra na história da Jamaica e tentar imaginar como seria caso tivessem colonizado (a pergunta é sobre colonização) o Brasil, é uma questão no mínimo complexa e que demanda conhecimento. Não cnheco a Jamaica infelizmente, mas conheco a India e Inglaterra. Os indianos meus amigos não atribuem a Inglaterra o avanco que tem hoje, ao contrario, se nao tivessem se libertado da Inglaterra estariam em situação bem pior que a atual, sgundo os proprios indianos. Mesmo os ingleses, que em nenhum momento chamam para a si o mérito da india estar como está hoje.

Meu questionamento é sobre a utilidade da informação da qualidada que se tem encontrado por aqui. O quanto realmente ajuda as pessoas. Na minha opinião o Ricardo Jordão pode (e deve modestamente julgando) fazer melhor.


Se fôssmos colonizados pelos ingleses, no mínimo teriamos a vantagem de que toda a população falaria inglês e isso hoje em dia para um mercado Global já seria uma grande herança deixada pelos colonizadores...

Assim, grande parte da população teria acesso a muitas informações de excelente qualidade que estão somente no idioma inglês...

Create and Innovate NOW!

Fala e escreve sobre qq coisa o blog e seu.

O mundo cada dia mais comunista, nao concorda comecao o seu blog.

Pelegrino,

Boa leitura! O frustante é o Jordão não conseguir tirar NADA de proveitoso de NENHUM comentário de NENHUMA das 150 pessoas que devem postar aqui. Ele nunca se arrepende, nunca admite ter errado ou estar equivocado e sempre tem um motivo subliminar/revolucionário por trás de todas as palavras "bem calculadas". OK, é ele que deveria ensinar, mas poxa vida... não temos nada a lhe ensinar??? De duas uma, ou ele atrai o lixo da humanidade para ler o blog ou ele realmente precisa evoluir como pessoa, pois a premissa básica de todo bom professor é ENSINAR APRENDENDO.

Abs,
Samer

Samer,

O bom professor é aquele que ensina aprendendo, certo?
Não é o caso do Jordão, pois ele não aprende e muito menos é professor.

Ele é apenas um cara que criou um blog e se autodenomina consultor, palestrante, empreendedor, empresário e que ainda está por baixo no casamento (caso contrário, ele já teria se separado, conforme sua forma de pensar).

Portanto, relaxe e divirta-se nesse circo chamado BIZREVOLUTION.

Samer,

Certa vez, um Rei chamado Davi, mandou seu soldado Urias para frente de batalha por ter se interessado por sua esposa. Urias morreu em combate e o Rei pode ficar com ela.

Natã, conselheiro do Rei, fez a ele o seguinte questionamento?

Rei, que castigo merece um homem muito rico que rouba a única ovelha do seu pobre vizinho?

Davi ficou bravo, e demandou o castigo duro do ladrão. Falou que este homem teria que pagar quatro vezes o valor da ovelha, e que seria morto pelo crime. Então Natã disse a Davi: "Tu és o homem." (2 Samuel 12:1-14).


E você Samer? É capaz de admitir as coisas? É capaz de reconhecer por exemplo que os comentários de um tal Gabriel Peixoto (que sempre combateu estas práticas de pseudos gurus quererem entender de tudo e fazer cabecinhas em formação) começam a fazer sentido pra você?

Forte abraço,

Gabriel Peixoto
da discussão nasce a luz.

Gabriel,

Eu acho, como dito anteriormente, que você como tamagochi presta um excelente serviço para o Jordão. Diz muitas verdades, sabe se colocar e utiliza metáforas apropriadas na maioria das vezes. O único problema é que as vezes parece muito o alvo de suas lamentações, fazendo críticas pelas críticas, assim como ele faz a revolução pela revolução.

Abs,
Samer

Gargamel quer ficar conhecido no Brasil inteiro. Gara, essa não é a melhor forma. Acredite!

Eltonews
Cansado de professores de merda!

Esqueçam a história, pensem por si mesmos. É óbvio que, absolutamente, tudo seria diferente no Brasil se tivesse passado pelo mesmo processo de colonização que os EUA.
A questão do empreendedorismo é real. E é real também que empreendedorismo parte das características pessoais de cada um, de sua energia.
Percebo que toda a informação que consumimos hoje está nos tornando incapazes de pensar e perceber o mundo a nossa volta. Mas se você está no fundo da caverna em meio à escuridão não poderá entender as palavras de quem está do lado fora.
Questões históricas? Que diferença faz saber ou não saber história se o que faz com ela não muda nada?
Foco, objetivo, business...? Deixa o mundo parado, porque se ele começar a girar vou ter que tirar o traseiro da poltrona e começar a pensar. Esse papo de uma coisa é diferente da outra é a maior farsa. A pessoa que você é se reflete em tudo o que faz. O resultado é um só.
Ora, professor é quem ensina aprendendo, blá, blá, blá. O que é ser professor? O que significa ensinar? Ensinar o quê pra quem?
77 milhões e 500 mil votos no BBB ontem, e agora? Quem é o professor? Quem é o aluno? Quem é o brasileiro? Quem é o americano? Senão farinha do mesmo saco. Os caras estão dando risada da nossa cara todo o dia. Somos meros usuários colonizados sim, nem sequer sabemos ou ligamos de onde viemos e para onde vamos. Ficamos só especulando e desesperadamente tentando atribuir valor a tudo que acreditamos. E por aí vai, sorte de vcs que nem falei de universo e física quântica.

Peixoto,

A BIZ é uma grande diversão pra você! Isso é claro pra mim.

Só uma sugestão: se queres ser conhecido por suas ideias, colocações e provocações críticas (eu as acho extremamente construtivas), você deve procurar um blog melhor pra isso.

Porque, só com a BIZ, meu amigo, você vai continuar sendo um ilustre desconhecido...

Abraço,

Zezim

Samer,

Eu leio os comentários, e tiro o que considero importante para mim. Eu sou um cara de fortes convicções, tenho objetivos e vou realizá-los. Eu não obedeço clientes, eu faço que eu acredito que é melhor para os meus clientes, não tem como ser diferente, é assim que sou.

ARREBENTA!

Ricardo

Porra mano....

Eu que achei que essa merda tinha sido descorberta quando Cristovão Colombo tava doido de cachaça navegando e se perdeu no marzão e cabou caindo aqui...

Que coisa...

Que broxante esse post!!!

Pérola do dia:

"EU não obedeço clientes, EU faço que EU acredito que é melhor para os MEUS clientes" (Ricardo Jordão Magalhães)

Forte abraço,

Gabriel Peixoto

Por que a ARM fechou?

1)EU não obedeço clientes;
2)EU faço;
3)EU acredito que é melhor;
4)os MEUS clientes.


O MR não é mais o mesmo...

Cadê a revolução Jesusiana?

"Portugal é um país lento, as pessoas são depressivas, ninguém manda embora ninguém, os negócios são estatais, o atendimento e serviços ao cliente são uma tristeza.

Os portugueses que estão lendo o que eu estou escrevendo aqui sabem que estou falando a verdade."

Caro Ricardo Jordao, gosto do seu estilo... mas esse texto, definitivamente, voce nao conhece Portugal! Mais o que mais me impressiona é criar uma lenda, porque voce é formador de opiniao e dissemina ideias! Assim como uma empresa de analise de risco o fez... o risco é mesmo diminuir ainda mais a reputaçao do país, da economia, do povo! E sem reputação, notoriedade, autoridade e tudo aquilo que cria o clima para voce e todos acreditarem que somos mesmo bons... não ha economia que ande por um bom caminho!
Fica aqui o desafio: vem conhecer a Onebiz, uma empresa portuguesa criada por dois caras empreendedores, começou pequenina, em 12 anos já esta em 20 países, com mais de 400 parceiros franchisados! Vem conhecer os empresários e empreededores que andam por aqui, vem ver a diferença cultural e a interpretação dela pelos povos... cada um fala do mundo com a sua lente! E assim, com certeza voce mudará a sua quanto a Portugal.

MR, concordo com vc. Esse post é deprimente.

Repito, questões históricas a parte, para mim o que importa é ressaltar que o modelo de levante baseado em opiniões infundadas, a revolução pela revolução NÂO tem nada de século 21. Muito pelo contrário aliás. Já vimos esse tipo de lider em outros momentos da história.

Quero acreditar que o Jordão pode apresentar mais do que isso, que o seu ego não é o real fomentador desse blog, que existe algo alem de uma estratégia de auto-promoção. Quero acreditar que o Jordão pode mais iluminar que confundir. Talvez eu esteja sendo muito otimista.

Jordão, não caia na armadilha de pensar que não gosto de vc, (apesar de as chances de vc ser um chato serem muito grandes, desculpe pela sinceridade). A questão aqui é a relevância e modernidade do seu discurso.


Grande emilio,

A rev.Jesusiana HJ não passa de um trabalho longo,sofrível,perseverante e bem rude que consome um custo extremo de sua integridade para ser ativado.

O custo é tão caro que o torna práticamente inviável a sua expansão possitiva.
Se formos falar de mkt,a demanda de mercado é ferverosamente carente, mas como ja dizera, o custo é impráticavel ao perfil do publico atual.

Para viver uma rev.Jesusiana você tem apenas 2 opções: Pagar com sangue parcelado até o fim de sua vida ou esqueça-lá o mais rápido possivel.

O que foi revelado aqui aqui na BIZ sobre a rev.Jesusiana foi apenas o "desejo" em concluir qdo antes esse árduo trabalho que já se arrasta a décadas. Não vejo a hora de trasnformar os frutos da longa colheita em uma solução que seja acessivel a ponto de despertar/provocar/instigar/incitar/desafiar o próximo a pagar com uma quantidade de sangue que o perfil atual é capaz de pgar para vivenciar uma jornada Jesusiana.

Pois bem, enquanto nao me aparece luz da solução que que torne a rev.Jesusiana acessivel,fico no silêncio no camarote da esperança.

Que venha muita perspicácia e criatividade.

MR.
Tentar realizar umas das façanhas mais dificeis da raça humana é sem dúvida o jogo mais tesão!!!
Mesmo que morra sem zerar o game,a jornada
e tudo que procuro em uma história.

Welcome back, MR!

Juliana,

Julgar um país por "2 caras empreendedores" é também muito pouco da tua parte.

Todos os povos tem futuro, mas Weber já havia constatado que os países de maioria católica eram menos desenvolvidos economica e humanamente que os de religião protestante.

Traduzindo, é mais fácil um camelo passar por um buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus...

Nós, brasileiros e portugueses em geral levamos isso a sério. Em países protestantes o bem sucedido é visto como um abençoado por Deus, ser rico não é feio, portanto.

Claro que isso é uma análise simplista, mas indica um caminho, e é melhor pensarmos sobre isso do que nos defendermos destas críticas.

Emilio

Emilio, além da ética protestante, de Weber, há uma corrente - não sei se vc a conhece - que prega que o fato da tradução da bíblia é preponderante para que os protestantes se tornassem diferentes dos católicos. Isso pq com o advento da leitura eles se tornaram mais educados, e elevaram sua capacidade de raciocício. Penso que esse argumento tbém é válido, embora tbém possa parecer simplista demais...

abs!


Grande emilio,

Em singelas palavras você esclareceu a luz do meu post expressando muito bem reação dos perfis atuais.

Pra que vc pergunta?

MR.


O Emílio sintetizou a minha resposta.
Satisfeito!?

Eltonews
"O autor da pergunta"

Tinha que ser o CHAVES...


Forte abraço,

Gabriel Peixoto
Entendem agora porque sou radicalmente contra as faculdades de plástico???

Gargamel, uma coisa é você saber de um lugar por que leu em livros, a outra é você viver lá por um tempo capaz de te dar embasamento a criticas. Por você ser uma pessoa medrosa, creio que nunca sairá do Brasil, nem pra passear quanto mais para "explorar". Estou de acordo com o Emílio e também concordo com o Jordão em algumas partes. E além disse concordo com o Robson quando diz sobre o idioma inglês. Portanto afirmo: Se tivéssemos sido colonizados pelos ingleses e não tão explorados pelos portugueses, o Brasil seria outro, pois vale a máxima: "Países desenvolvidos são construídos por pessoas, EM SUA MAIORIA, desenvolvidas".

Eltonews
E tenho dito! E fim de papo! E quem falar algo contra VPPQP!

Os Portugueses:
Um povo que fala a língua de quem os visita, sempre pronto a partir à descoberta, a inventar, a erguer um mundo mais aberto e unido, sempre disponível
para a aventura do novo, do além, do outro, sempre dado a saber mais e fazer melhor.

Para quem estiver interessado em saber o que mais de dois caras empreendedores fazem no Portugal de hoje - moderno e inovador - deixo a seguinte informação compilada, excelente e elucidativa:
http://www.portugalglobal.pt/EN/SourceFromPortugal/Documents/PortugalCostaNegocios_Portugues.pdf

Se acreditarmos (o que acho ser óbvio) que a situação de precariedade civilizatória que temos no Brasil desde sua "descoberta" pelos portugueses até os dias de hoje não propagou-se por hereditariedade (não é um problema genético), devemos acreditar que é um problema cultural que vem sido "transmitido" de geração para geração, seja pela manipulação externa ou seja pela nossa (nós, brasileiros) incapacidade de criar e difundir uma nova cultura de libertação para nossos filhos.

Aqui vai a pergunta: Quem protagoniza a cultura brasileira, ou seja, quem é responsável por nossa cultura de submissão e resignação que se mantém pouco (ou nada) alterada há 500 anos?

Acho que ser revolucionário é ser capaz de identificar o problema, combatê-lo e mostrar um novo caminho.

Abraços fraternais,


LAF

Pureza,

...

esquece.

Forte abraço,

Gabriel Peixoto
ainda és virgem?

Caro Ricardo. Deixa de falar bobagem, e se limita a escrever sobre a tua especialidade, que é Marketing ao que pareçe. Aconselho que vc leia o livro BANDEIRANTES E PIONEIROS de Viana Moog. De pois vc volta e palpita sobre história.

Não sei o que aconteceria se o Brasil tivesse sido colonizado pelos ingleses. Com certeza, porém, não seria igual à Índia como alguns sugerem.

Na Índia, os poucos ingleses que lá viviam (geralmente militares, funcionários públicos e comerciantes) governavam uma população nativa muito maior (na faixa de centenas de milhões) com uma cultura de 4 mil anos (muito anterior à Europa e à própria Inglaterra). Já o Brasil era um país grande, mas, apesar dos índios, na sua maioria pouco e esparsamente povoado. Uma terra "virgem" portanto que se prestaria muito mais a uma colonização efetiva de povoamento, com europeus transplantados substituindo e deslocando a população nativa.

Em outras palavras, o Brasil inglês, se tivesse existido, mais do que a Índia ou a Nigéria, seria muito mais próximo talvez dos Estados Unidos (não do Norte, mas do Sul, com escravos e plantations).

Quanta idiotice....
A história provou que 30 anos são suficientes para erguer qualquer país. Veja:

Japão - Após a II Guerra, precisou de uns 20 anos p/ se tornar um país rico e avançado.

Alemanha - Em 10 anos os vestígios da guerra haviam desaparecido. Cidades destruídas estavam de pé e menos de 30 anos depois, era o maior PIB da Europa.

Coréia - Em 40 anos acabou com a miséria e possui uma indústria poderosa com empresas globais que exportam mais que comodities.

Se as coisas aqui vão mal, a culpa é minha, sua, nossa.
É impossível fazer qualquer coisa que prejudique um país por 150 anos.

Gabriel, pergunte isso pra tua filha, ela vai te responder, com certeza.

Eltonews
"Fala o que quer, ouve o que não quer".

Post a comment

Os Comentários no Blog da BIZREVOLUTION são moderados. Por favor participe da conversa com comentários construtivos. Não é porque você está escondido atrás de um teclado que você pode bancar o machão. Você PODE e DEVE DISCORDAR das nossas idéias o quanto quiser. Apenas não toleramos que você humilhe as pessoas para defender as suas idéias. Comporte-se na internet da mesma maneira que você se comportaria na frente do seu cliente mais importante. Se você tem a necessidade de bancar o troll na web, recomendamos uma terapia. O seu comentário será liberado em alguns instantes.

Se você tem uma conta TypeKey ou TypePad, por favor Sign In


BUSCA

GRÁTIS!

Cadastre o seu email para receber os nossos últimos artigos no e-news QUEBRA TUDO!


Direto das Trincheiras!


COMENTÁRIOS RECENTES

Você já leu o QUEBRA TUDO?