Skype: BizRevolution | Fone: 11-4153-0885

« Faltam 5 dias para o EPICENTRO! | Main | Vídeo de Abertura do EPICENTRO. »

01/05/2012

Eu acredito em criar empregos e não em encontrar emprego.

Pin It

Passion-and-purpose

"Quando eu encontrar com Deus no final da minha vida, eu espero encontrá-lo sem nenhuma gota de talento dentro de mim. Eu vou encará-lo nos olhos e falar: Eu usei tudo que você me deu. Tudo. Não sobrou nada!"

Eu amo trabalhar. Eu sempre achei o máximo trabalhar duro, chegar cedo, sair tarde, almoçar em 15 minutos e voltar para a mesa para se preparar para o segundo tempo do dia. 

Eu sempre achei o máximo trabalhar 365 dias por ano, 16 horas por dia, todos os dias. 

Eu sempre achei o máximo virar noites em claro trabalhando naquilo que eu gosto de trabalhar sem pensar necessariamente no retorno financeiro que eu vou conseguir. 

É por isso que eu admiro os Empreendedores - a raça de seres humanos mais FODÁSTICA do planeta. Os Empreendedores representam os Trabalhadores na sua forma ideal. 

São eles, e apenas eles, que trabalham 24 horas por dia 7 dias por semana sem pensar em carteira assinada, ou carreira, ou retorno sobre investimento, ou reconhecimento da família ou dos vizinhos, ou qualquer outra muleta do tipo. 

A pirâmide de maslow funciona para todo mundo menos para os Empreendedores. O Empreendedor FODÁSTICO reverteu a pirâmide das necessidades de maslow. Para o Empreendedor, o básico é trabalhar no seu sonho, o intermediário e fazer o sonho acontecer, e o avanço é reinventar o sonho que foi inventado anos atrás. DANE-SE MASLOW!!!

Ao invés de buscar a carteira assinada em algum banco ou concurso público, esses malucos preferem se entregar a realização dos seus sonhos que muitas vezes não levam a lugar algum. Ainda assim eles trabalham incansavelmente para provar alguma coisa para si mesmo.

O Dia do Trabalho deveria ser chamado de Dia do Empreendedor.

O REAL Partido dos Trabalhadores é o Partido dos Empreeendedores. 

Todo "trabalhador" que não empreende e trabalha apenas por dinheiro ou para "funcionar", ou atender as necessidades da pirâmide de maslow, não é trabalhador, é apenas um robô, um robô que muito em breve será substituido por robôs de verdade.

O empreendedor é o cara que acredita que criar empregos é muito mais interessante para o planeta do que arrumar um emprego onde você possa se esconder por 10 anos da sua vida. 

Trabalho para mim é tudo. Tudo tudo tudo. 

Eu fico puto da vida quando encontro pessoas nos atendem mal porque não gostam do que fazem. 

Eu fico puto da vida com todas as pessoas que não mostram prazer pelo Traballho. 

Eu fico puto puto puto com as pessoas que encaram a segunda a sexta como um hiato para o final de semana. 

Um dos primeiros trabalhos de marketing da minha vida foi bater perna de cartório em cartório para tirar certidão negativa para a Brasoftware entrar em concorrências públicas. Eu nunca reclamei do fato de fazer isso mesmo estudando na ESPM repleta de colegas fazendo estágios em empresas famosas e agências de publicidade bacanosas. 

Eu mesmo achei que eu nunca fosse casar por conta da minha insana e obcecada vontade de trabalhar para construir algo ultra relevante para as pessoas. 

Eu casei. Tenho três filhos, e hoje trabalho ainda mais para conseguir construir algo ultra relevante e ainda ter tempo de qualidade para eles. 

Dias atrás eu conheci o Gotardo, fundador da Golfran, a maior empresa de venda por catálogo porta-a-porta do Brasil. Os caras tem um catálogo de 798 páginas com centenas de milhares de produtos para melhorar as nossas casas. O Gotardo estudou até a quinta série do primário, hoje comanda uma empresa que tem distribuidores por todo o Brasil. Ele não precisou se formar em algum curso de venda por catálogo para abrir uma empresa de vendas por catálogo. Ele simplesmente se atirou apaixonadamente no assunto desde os nove anos de idade e fez a coisa acontecer. 

A melhor fonte de conhecimento é a experiência. Eu não estou dizendo que você não precisa ler livros ou fazer algum curso técnico; o que eu estou dizendo é que manter os olhos, a mente e o coração abertos enquanto trabalha é a melhor maneira de aprender alguma coisa nessa vida. A vida ensina se você prestar atenção. 

A maior preocupação do Gotardo hoje, bem como de todas as pessoas que realmente trabalham nesse país, é como injetar o espírito de trabalhador empreendedor nas pessoas que só trabalham na base do salário, da segurança, dos benefícios etc. 

"A galera hoje só faz as coisas se tiver missão, visão, valores, planilhas, planos blá blá blá. O cara só reclama. Só fala das coisas que estão faltando ao invés de valorizar as coisas que temos."

É o bando da roda presa. É o bando dos gerentes de departamentos preocupados em manter os seus feudos funcionando. É o bando dos medrosos que inventam desculpas para não tentar fazer nada de realmente novo. 

Quem tem medo de se expor não é empreendedor. Quem tem medo de que alguma coisa vai dar errado não é empreendedor. É claro que alguma coisa vai dar errado. É daí? Os únicos caras que vão te criticar são os boçais que não fazem nada, nunca fizeram e nunca vão fazer. Dane-se as críticas!

Nesse PRIMEIRO DE MAIO, eu quero dar os meus PARABÉNS a todas as pessoas que CRIAM EMPREGOS e não apenas buscam empregos. 

NADA MENOS QUE ISSO INTERESSA!

VIVA O TRABALHO!!

TrackBack

TrackBack URL for this entry:
http://www.typepad.com/services/trackback/6a00d83451bad569e20168eafa2c44970c

Listed below are links to weblogs that reference Eu acredito em criar empregos e não em encontrar emprego.:

Comments

Feed Você pode acompanhar essa conversa ao assinar comment feed for this post.

VIVA O TRABALHO.

Ricardo, eu gosto de vários aspectos que você fala. Mas, você simplesmente desmereceu todos os empregados. Eu sou empreendedor, mas e se no mundo só sobrassem empreendedores? Quem iria trabalhar? Tirar seu lixo? Gerenciar seu dinheiro?

Eu não vejo esse desmerecimento nos empreendedores de sucesso bem conhecidos... Até Steve Jobs que é seu ídolo respeitava alguns empregados.

Grande texto, Fernandinho - parodiando a U.S.Top (lembra?) - e com uma alta dose de passionalismo pelo trabalho.
Mas, tenho que concordar, de que adianta amar sem estar verdadeiramente apaixonado?
Na minha cabeça são dois tipos de workaholic:
(1) os compulsivos pelo trabalho em sí, pelos ganhos que obtém de seu esforço para sí, para marcar e impor seu território, como um câncer tipo malígno que, em metástese, se espalha por todo seu espírito, concentrados em sí mesmo como foco único, são egoistas e inseguros, constroem incansavelmente seus mundos particulares com giro em torno dos próprios umbigos. Não enxergam mais nada nem ninguém em sua volta, morrem cêdo e infelizes, deixam poucos amigos e admiradores
(2)workaholics do tipo benigno, 'jordanianos', normalmente - se é que é possível usar este termo - pouco se polpam para as benesses do mundo, mas vivem para edificá-lo. São extremamente focados em metas, quanto mais audaciosas melhor, de preferência que se abram como um guarda-chuva e abracem mais gente possível. Estes workaholics, trabalhadores empreendedores, são transformadores, nada em sua volta permanece o mesmo depois que atuam, deixam marcas por todos e, por ondem passam, suas pegadas são fundas e perenes.
Quando se vão, fazem uma tremenda falta.
Bom 1º de Maio, e que possamos, com equilíbrio e harmonia, estar por aquí por muitos dias como o de hoje.
Abraços,
Edu

Felipe Rodrigues, o Jordão não desmereceu os empregados, ele só enalteceu aqueles que trabalham baseado em propósitos. Você pode perfeitamente ser um empregado, ao mesmo tempo em que trabalha para o "verdadeiro" desenvolvimento da empresa. Isso é ter espírito empreendedor, sem necessariamente ter sua própria empresa.

Concordo plenamente com 'Felipe Orsoli' sobre 'Felipe Rodrigues', onde ele infelizmente não compreendeu o real sentido do texto: em parabenizar os que empreende...

E vlw mais uma vez Ricardo, que está distante nos últimos tempos para BizRevolution (textos), com o foco sobre oepicentro.com.br

OBRIGADO!

Olá, parabéns por mais um texto. Estive dando uma olhada nesse evento que vai sair em SP. Só que sou do RS. Queria saber se esses eventos que você vai ou faz não são gravados. Eu tenho ideais parecidos com o que você menciona e moro no interior... mas estou estudando e-commerce e afins... Se puder viabilizar palestras e conteúdos do gênero me serão de grande valia. No slideshare encontrei algumas coisas, mas no you tube, nada seu. Muito obrigado

Rock

Eu tenho dezenas de vídeos no YouTube, confere aqui:
https://www.youtube.com/bizrev69

Um grande abraço

Ricardo

Matou a pau! Exatamente como penso também!

Arrepiei.

Muito bom o texto, os empreendedores tem uma paixão excepcional pelo que fazem e a geração de empregos é uma consequência. Acredito que as empresas deveriam demitir todos os funcionários e rever os conceitos de contratação para aqueles que gostam do que irão fazer e que morem mais perto por exemplo...não consigo entender aquelas pessoas que gastam boa parte do seu tempo e pior da vida trabalhando em algo que não gostam ou só por dinheiro!

Tiro o chapéu para seu texto! Você matou a pau! Parabéns. Precisamos de trabalhadores reais no nosso país.

Foda o texto, muito maneiro e realista com o mundo ou Brasil que vivemos! A mediocridade rola a solta, e os empreendedores são os que são capazes de mudar o mundo!Grande texto!

Post a comment

Os Comentários no Blog da BIZREVOLUTION são moderados. Por favor participe da conversa com comentários construtivos. Não é porque você está escondido atrás de um teclado que você pode bancar o machão. Você PODE e DEVE DISCORDAR das nossas idéias o quanto quiser. Apenas não toleramos que você humilhe as pessoas para defender as suas idéias. Comporte-se na internet da mesma maneira que você se comportaria na frente do seu cliente mais importante. Se você tem a necessidade de bancar o troll na web, recomendamos uma terapia. O seu comentário será liberado em alguns instantes.

Se você tem uma conta TypeKey ou TypePad, por favor Sign In


BUSCA

e-news da biz

Cadastre o seu email para receber os nossos últimos artigos.


Direto das Trincheiras!


COMENTÁRIOS RECENTES

POSTS RECENTES

Você já leu o QUEBRA TUDO?